CURSOS

CURSO INTEGRADO NOVO e-SOCIAL + NOVA EFD e DCTFWeb ESTÃO MUDANDO, MAS NÃO COMO VOCÊ IMAGINA...

Está com dúvida sobre as mudanças no e-SOCIAL, a EFD REINF e DCTF WEB?

SINCONMT te ajuda a entender como foi, como é e como vai ficar.

 

FICHA DE INSCRIÇÃO CLIQUE AQUI - https://forms.gle/d7khVUAYoscoJEQV8

 

PROGRAMAÇÃO:

Data: 20,21 e 22/09/2019
Hora: 19:00 as 23:00, 08:00 as 17:00 e 08:00 as 12:00
Vagas: 30
Carga Horária: 16 hs
Local: SINCONMT
Cidade: Cuiabá
Instrutor: José Ribeiro

CONTEÚDO PROFRAMÁTICO:

MÓDULO 1 – REVISÃO DO eSOCIAL (6 horas)

e-SOCIAL NÃ VAI ACABACR: Veja como era, como está e como vai ficar

Revisão dos eventos iniciais

Revisão dos eventos não periódicos

Revisão dos eventos periódicos (migração da Folha de pagamento para EFD Reinf)

DIAGNÓSTICO DAS PRÁTICAS ATUAIS

A importância do Compliance tributário e fiscal

Por conta dessas obrigatoriedades será necessário mais eficiência na gestão de informações e a partir de agora, como todos os procedimentos são digitais, deverão estar em compliance com os demais dados enviados ao Fisco devido aos cruzamentos eletrônico de informações pelos órgãos fiscalizadores

Fazer um diagnóstico e mapeamento dos processos internos

Quais as obrigações do Empregador

Analisar as práticas atuais e comparar com as práticas legais

Checar as práticas atuais em relação à Reforma Trabalhista

Segurança e Saúde no Trabalho

Adicionais de periculosidade e insalubridade

Orientação ao trabalhador sobre riscos de acidentes e doenças ocupacionais

Horas extras

Pagamentos de DSR

Adicional noturno

Intervalos intrajornadas, etc.....

PLANO DE AÇÃO

POR ONDE COMEÇAR?

Priorizar dentre as práticas diagnosticadas as que oferecem maiores riscos de autuações:

Lei 9779/99

Lei 12.873/13

Portaria 290/97, do Ministério do Trabalho

Decreto 3048/99 (RGPS)

Portaria nº 15/2018, do Ministério da Fazenda que atualiza os valores das MULTAS

Revisão as descrições das atividades e respectivos códigos da CBO

Checagem das atualizações cadastrais e contratuais

Revisão os afastamentos temporários

Revisão dos contratos de trabalho

Capacitar pessoal para elaboração de contrato, eliminando gaps que permitem ações trabalhistas

Tipos, prazos e condições essenciais do contrato

Autorização para descontos extralegais

Regulamento interno, etc.....

MÓDULO 2  –  NOVA EFD Reinf E AS RETENÇÕES OBRIGTÓRIAS  (8 horas)

É uma obrigação das Empresas e os escritórios de Contabilidade fazem a escrituração, apuração e o envio para o SPED.

MÓDULO PREVIDENCIÁRIO

O tomador de serviços entra na condição de Substituto Tributário. Portanto, fica obrigado ao recolhimento do valor da retenção prevista em Lei, mesmo que não faça a retenção

A empresa contratante de serviços prestados mediante cessão de mão-de-obra; Trabalho temporário; Empreitada total, Empreitada parcial e subempreitada, deverá reter 11% do valor bruto da NFS e recolher à Previdência Social (artigo 31 da Lei 8212/91)

Se a prestadora de serviços for optante pela CPRB, o percentual será de 3,5%;

O valor da retenção deverá ser destacado na NFS;

Se a prestadora for optante pelo Simples, a tomadora não poderá fazer a retenção;

Se a tomadora de serviços for optante pelo Simples, fica desobrigada de fazer a retenção;

Orientação fiscal para prestadores e tomadores de serviços optantes pelo Simples;

Contratação de serviços prestados por Contribuinte Individual será declarada no eSocial;

Contratação de serviços prestados por MEI será declarada na EFD Reinf;

O tomador fica obrigado ao recolhimento da Contribuição previdenciária Patronal de 20% sobre o valor de diversos serviços prestados por MEI;

Serviços prestados nas dependências da contratada não sofrem retenção previdenciária (como é o caso dos escritórios de Contabilidade);

Se a empresa prestadora for parte de algum processo que suspenda qualquer obrigação tributária, deverá informar à contratante;

Empreitada total enseja a abertura do CNO pela empresa contratada;

Empreitada parcial enseja a abertura do CNO pela empresa contratante;

A prestadora de serviços deverá elaborar folhas de pagamento para cada contrato;

A contratante deve exigir da contratada a prova do cumprimento das obrigações trabalhistas: Salários; recolhimento de INSS e FGTS e cumprimento das normas de SST;

Suspensão da retenção por ordem judicial ou dispensa da retenção

Serviços de transporte e alimentação ou com fornecimento de equipamentos e materiais estão sujeitos a redução da base de cálculo para retenção;

CUIDADO com a retenção quando o tomador de serviços assumir o ônus do recolhimento;

Penalidades conforme a Instrução Normativa 1842, de 29 de outubro de 2018;

Serviços prestados sob condições especiais estão sujeitos ao adicional de insalubridade para financiamento de aposentadoria especial – LTCAT

MÓDULO FISCAL  (IRRF, CSLL, PIS e Cofins)

Obrigatoriedade: A partir de Janeiro de 2020

Quem está obrigado?

Serviços prestados PJ com retenção de IRF 1,5% (inclui escritórios de Contabilidade)

Serviços prestados PJ com retenção de IRF 1,0%

Serviços prestados PJ com retenção de Contribuições Sociais 4,65% (inclui escritórios de Contabilidade

Retenção de IRF - PF

Retenção de IRF – Beneficiários não identificados

Normas de Retenção

Dispensa da Retenção

Será necessário orientar os prestadores de serviços optantes pelo Simples:

MÓDULO 3  -  DCTFWeb

Obrigatoriedade – Artigo 2º da IN 1787

Dispensa da Obrigatoriedade - Artigo 3º da IN 1787

Apresentação

Contribuições a ser declaradas

Fatos geradores e inexistência de fator gerador

Periodicidade: Diária, mensal, anual

DCTFWeb PF e PJ

Penalidades para empresas privadas e órgãos públicos

Informações geradas no eSocial

Informações geradas na EFD REINF

Fluxograma

Cruzamento de dados

Dúvidas sobre DCTFWeb

 

 

 

 

 

O eSOCIAL e a EFD Reinf ESTÃO MUDANDO, MAS NÃO COMO VOCÊ IMAGINA...


As recentes alterações tem como objetivo a simplificação do eSocial e as adaptações na EFD Reinf
Muitos acharam que eventos seriam excluídos e ficaram aliviados com isso. 
Alguns até relaxaram com as entregas, mas a verdade é que a simplificação prometida não é o que todos pensam, muita coisa está por vir.
Na verdade, agora, alguns eventos do eSocial serão unidos em um só campo ou nas mesmas fases de implantação, e isso torna mais complicado o envio de dados para o sistema porque na EFD Reinf estão sendo criados novos eventos para abrigar os eventos periódicos do eSocial.
Ou seja, agora é um momento de muita atenção e que exige uma atitude imediata.


E isso é só parte de tudo o que vem pela frente. Por isso, adaptamos a programação e formatamos esse CURSOINTEGRADO, para atualizá-lo da melhor forma possível sobre as mudanças que estão sendo implantadas no  eSocial e na EFD Reinf.
Não importa o tamanho da sua empresa, neste momento, manter-se atualizado passou é uma questão de sobrevivência.
E não é o mais forte que sobrevive, mas aquele que se adapta mais rápido.
Exatamente por esse motivo você precisa participar do nosso Curso Integrado Novo eSocial + EFD Reinf + DCTFWeb, cujo objetivo é deixá-lo totalmente atualizado e pronto para as mudanças, sem quebra-cabeças.

Descubra se o sistema vai realmente ser simplificado e quais são os possíveis caminhos a serem seguidos pelo Novo eSocial + EFD Reinf
Fique atualizado sobre as alterações das NRs e da Portaria n.º 915 – entenda tudo sobre as informações que sua empresa deve enviar digitalmente.
Neste Curso, você vai conhecer a Nota Técnica Nº 15/2019
Nota Orientativa Nº 19/2019 e por que a Minuta n.º 3.0 foi retirada para reavaliação;
- Entender o que será o ambiente único nacional para envios do eSocial e do EFD-Reinf;
- Entender as simplificações que estão por vir e se elas atendem às necessidades do empreendedor.


O Consultor José Ribeiro vai abordar todas as fases e os pontos que mais causam dúvidas aos operadores: Empregadores, escritórios de Contabilidade e profissionais de RH. Não vai restar nenhuma dúvida sobre o eSocial. 


Assim, garantimos que você não leve nenhuma dúvida para casa e fique 100% preparado para todas as alterações do novo sistema.
Viu só?! Não tem como perder uma oportunidade dessas. O segredo do sucesso está em se antecipar às situações que podem causar transtornos em seu negócio. 
Por isso, corra e garanta já sua vaga.

INVESTIMENTO

Público  Geral                  R$ 450,00
Profissional Associado    R$ 340,00
Estudante Associado      R$ 195,00

FORMAS DE PAGAMENTO
* PARCELAMOS 2X NO CARTÃO (na sede do SINCONMT)
* DEPOSITO OU TRANSFERÊNCIA: 
    Caixa Econômica Federal 
    Agencia: 0016 
    OP:003
    Conta Corrente: 03000017-7
    CNPJ: 03486701/000170
    Sindicato dos Profissionais de Contabilidade de Mato Grosso 
OBS: Se for deposito direto na Caixa econômica ou transferência de Caixa para Caixa não precisa colocar o numero da conta completo, coloca só 17-7.

TERMO DE COMPROMISSO E RESPONSABILIDADE

O SINCONMT reserva-se no direito de cancelar ou alterar as datas da realização dos cursos caso não ocorra a formação mínima de turma.

Em caso de desistência ou ausência por parte do treinando, o mesmo deverá comunicar em até 24 hora